• Seu carrinho de compras está vazio.
Subtotal: R$ 0,00
Abrir carrinho 0 item

twitter

Loading...

notícias

Morre Kenneth Taylor, Fundador da editora Tyndale House e tradutor de A Bíblia Viva

Fundador da Tyndale House faleceu no dia 10 de junho aos 88 anos de idade

Por: Da Tyndale House

WHEATON, EUA - Kenneth Taylor, fundador da editora Tyndale House e tradutor de A Bíblia Viva, morreu no dia 10 de junho (sexta-feira) aos 88 anos, na sua residência.

"A paixão do meu pai foi de tornar claro o sentido da Bíblia para que todos pudessem ter acesso a ela," disse o seu filho Mark Taylor, presidente da Tyndale. "Inúmeras pessoas se converteram ao cristianismo ao lerem esta edição simples e fácil de entender. Até o final de sua vida, meu pai manteve o seu entusiasmo e o fervor por este trabalho."

A editora que Kenneth Taylor fundou transformou-se numa das maiores publicadoras de livros cristãos dos Estados Unidos. Ao longo de sua carreira, Taylor atuou como editor e também escritor. Escreveu muitos livros infantis. A sua obra A Bíblia Viva, uma paráfrase das Escrituras adotada oficialmente por Billy Graham, transformou-se no maior campeão de vendas do mercado editorial norte-americano durante três anos seguidos. Ao longo de sua trajetória, acumulou vendas superiores a 40 milhões de exemplares. A Bíblia Viva foi reproduzida, no todo ou em parte, em mais de 100 idiomas.

A Bíblia Viva surgiu do desejo profundo de Taylor de ajudar os seus dez filhos a entenderem a Palavra de Deus. Quando seus filhos eram pequenos, a versão mais comum na igreja norte-americana era a erudita e arcáica King James Version. Taylor começou a re-escrever versículos e trechos em linguagem simples e conversacional, fácil até para o menor dos filhos entender. Concluiu a paráfrase das epístolas do Novo Testamento em 1962, mas não conseguiu interessar nenhuma editora no projeto. Kenneth e sua esposa Margareth então decidiram bancar por conta própria a impressão de 2.000 exemplares do livro que intitularam Epístolas Vivas.

Taylor então abriu uma minúscula editora para distribuir os livros. Batizou a empresa de Tyndale House Publishers, em homenagem a William Tyndale, um reformador do Século 16 martirizado por traduzir a Bíblia para a língua inglesa.

Nos seus primeiros dias, a editora era administrada a partir da mesa da cozinha do casal. As filhas mais velhas datilografavam os textos, Margareth preparava as notas e as etiquetas e os filhos menores preenchiam os envelopes e embalavam os livros.

Enquanto Taylor continuou o projeto de parafrasear as Escrituras, os pedidos chegavam aos poucos. Mas logo o livro foi descoberto pelo evangelista Billy Graham, que quis enviar exemplares da obra aos milhares de mantenedores de seus programas de televisão. Logo a demanda pela obra explodiu.

Em 1967, a Tyndale publicou o Novo Testamento Vivo e, em 1971, lançou o texto integral da Bíblia Viva. A Bíblia transformou-se no maior best-seller dos Estados Unidos durante os próximos três anos. A Bíblia só saiu da lista de best-sellers quando a revista do setor editorial Publishers Weekly mudou as regras do jogo, determinando que a partir daquele momento nenhuma Bíblia poderia competir com os "livros normais" das listas.

Desde o início, Kenneth e Margareth determinaram que todos os lucros provenientes da venda de Bíblias seriam destinados a uma fundação sem fins lucrativos. Insistiram que os royalties de A Bíblia Viva fossem doados à Fundação Tyndale House. Esta fundação mantém e apóia projetos missionários em diversas partes do mundo, e até hoje continua promovendo a visão e a missão de facilitar o acesso da Bíblia a todos.

Taylor nasceu em 8 de maio de 1917 em Portland, Oregon (EUA), filho de George e Charlotte Taylor. Devido à influência de seu pai, um pastor, e da sua piedosa mãe, ainda enquanto criança Taylor cultivou sua fé em Cristo e um respeito profundo pela Bíblia. Graduou-se da Wheaton College em 1938, foi aluno pós-graduando da Dallas Theological Seminary durante três anos, e formou-se da Northern Baptist Seminary (Chicago) em 1944.

Taylor trabalhou como diretor presidente da Tyndale House até 1984, ano em que o seu filho Mark o sucedeu. Continuou a atuar como presidente do conselho administrativo até a sua morte.

Hoje milhões de leitores em muitos países conhecem os produtos da Tyndale House. São livros como Educando meninos, a série Deixados para trás, e a New Living Translation. A editora tem 260 colaboradores, e produz cerca de 250 títulos novos por ano.

Taylor deixa a sua viúva, Margareth, além de 10 filhos, 28 netos e 22 bisnetos.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Tyndale House

Topo