Skip to content Skip to footer

Consciência ecológica: um chamado cristão!

Neste exato momento, a água contaminada está matando mais do que as guerras e a violência. O que você está fazendo a respeito?

Consciência ecológica deve estar na lista de valores de todo cristão. Pautas como preservação da natureza e administração responsável dos recursos naturais deveriam ser assuntos imprescindíveis nas igrejas, já que cuidar da Criação é parte intrínseca de nossa missão como filhos de Deus. Zelar pelo meio ambiente é promover a vida!

“A água contaminada mata mais do que as guerras e a violência”

Sim, você não está lendo errado! Essa realidade aterradora foi trazida à tona por meio do documento “Água doente”, elaborado pelo Programa para o Meio Ambiente das Nações Unidas (ONU), divulgado no ano passado. De acordo com o levantamento, “mais pessoas morrem hoje por causa da água poluída e contaminada do que por todas as formas de violência, inclusive as guerras”. Por esse motivo, cerca de 1,8 milhão de crianças morrem anualmente. Isso sem falar nos milhões de adultos que falecem em decorrência de diarreias e no surgimento de “zonas mortas” gigantescas que sufocam recifes e corais de peixes.

Somente no Brasil, mais de 17 milhões de pessoas não têm acesso à água potável. A informação foi divulgada em 2019 pela Agência Nacional de Águas (ANA). Um ponto curioso é que o principal desafio do País, conforme comenta o diretor da instituição, Paulo Varella, é a qualidade e não a quantidade de água disponível.

Um convite para fazer a diferença!

Promover a consciência ecológica faz parte dos valores da Mundo Cristão. Em nossa política corporativa, asseguramos que nossos processos, produtos e serviços sejam executados de forma socialmente responsável. Incentivamos nossos colaboradores a adotar a responsabilidade social como prática constante, dentro e fora da empresa. Na impressão de livros, favorecemos gráficas que minimizam perdas e preferimos fabricantes de papel e celulose certificados pela Forest Solutions Group (FSG) e/ou que comprovem a produção ecologicamente responsável. Cremos no potencial de atitudes como essas.

Hoje, no Dia Mundial da Água, queremos convidá-lo a refletir sobre a urgência de iniciativas em prol da preservação do meio ambiente. Por isso, listamos algumas ações eficazes que podem ser tema para o seu estudo pessoal e ou para debates com os amigos e familiares. Ao todo são 8 ações práticas sintetizadas pelo acróstico “PROTEGER”. Tome nota e vamos, juntos, fazer a nossa parte!

Engaje-se num movimento de mudança: P-R-O-T-E-G-E-R!

Promova

Encontre meios para fomentar a responsabilidade ambiental em seu bairro, igreja, escola e comunidade. Convide seus amigos e vizinhos para discutir e implementar ações que resultem na melhor administração dos recursos naturais e na diminuição da produção de lixo.

Recicle

O máximo que puder! Entenda que sua contribuição nesse sentido é fundamental. O descarte seletivo, por exemplo, agiliza a separação de dejetos, diminuindo o tempo em que o lixo fica nos aterros sanitários e o consequente impacto no solo. Caso resida em um condomínio, você pode sugerir a compra de lixeiras de coleta seletiva, que sinalizam o tipo de descarte por cores: Azul (papelão e papel); Verde (vidro); Amarelo (metal); Vermelho (plástico); Marrom (orgânico); Preto (madeira); Laranja (perigosos); Roxo (radioativo); Cinza (conteúdos de diversos tipos, contaminados ou não, que não foram separados).

Oriente

Pelo simples fato de estar lendo este artigo, fica evidente que você se interessa pela questão ambiental. Isso é muito bom. Nesse sentido, aproveite o repertório que possui e tudo o que aprenderá nas linhas a seguir e oriente seus amigos e familiares na execução de medidas inteligentes para a preservação da natureza.

Transmita

Não guarde o conhecimento para si. Divida o que sabe com quem está ao redor, especialmente para as novas gerações. Caso participe de um pequeno grupo em sua igreja ou de alguma atividade em sua comunidade, sugira uma reflexão sobre o assunto e desperte o debate. Aproveite também o potencial das redes sociais, caso as utilize.   

Enxergue

O simples ato de prestar atenção na realidade que o cerca pode ser o estopim para o início de mudanças positivas e profundas. Ao caminhar pelas ruas de sua cidade, perceba como está a limpeza das ruas, a situação do ar, o uso da água, o respeito às áreas de mananciais e de vegetação nativa, o estado dos rios, entre outras questões. Você poderá ficar chocado com o que verá!

Gerencie

Quando for ao mercado, pense em maneiras de otimizar a compra de produtos embalados com grande quantidade de plástico. Se possui carro, certifique-se de que ele esteja com os requisitos antipoluição em dia. Ao lavar a louça, tomar banho, escovar os dentes ou fazer a barba, no caso dos homens, gaste a menor quantidade de água possível. Sua atitude, por menor que pareça, se somada com a de outras pessoas, fará uma enorme diferença.

Exemplifique

Seja modelo de conduta no que se refere à consciência ambiental. Ensine e inspire pelo exemplo. Assim sua influência será mais efetiva, gerando verdadeira inspiração e sinergia.

Respeite

Cuide de todas as formas de vida e recursos naturais. Lembre-se de que Deus deu ao ser humano a responsabilidade de cuidar de sua criação. Ele deseja que sejamos bons administradores dos recursos que ele nos confiou. Entenda que preservação da natureza e, consequentemente, da vida é um dever seu e de toda a humanidade.

Seja você também um agente de transformação. Sua atitude conta e é um canal de bênçãos para muitas vidas! •

Gosta de assuntos relacionados à responsabilidade social? Os livros abaixo são para você!

Convulsão protestante

Teologia da trincheira

O Brasil tem cura

2 Comments

  • Trackback: Eles estão de volta ao catálogo da MC! - Editora Mundo Cristão
  • Dirnei
    Posted 18/06/2020 at 12:49

    Primeiro passo pra solução:
    A cada dia, uma pessoa que possui uma dieta vegana poupa 1,1 mil litros de água, 20,4 quilos de grãos, 2,7 metros quadrados de terra florestada, além da vida de um animal. O site do documentário Cowspiracy (presenta na Netflix) deixa um desafio: que tal 30 dias de uma dieta vegana? É possível transformar hábitos de uma vida inteira e modificar seu impacto sobre o planeta. Parar de comer carne pode ser mais eficiente do que outras medidas para a preservação do ambiente. Como diz o diretor Andersen, no documentário: “Eu descobri que um hambúrguer de 114 gramas requer quase 2,5 mil litros de água para ser produzido. Eu tenho tomado banhos curtos para economizar água e descubro que comer apenas um hambúrguer é equivalente a dois meses inteiros de banho”.

Deixe um comentário para Dirnei Cancelar resposta