Skip to content Skip to footer

Xelotes. Um livro surpreendente, a começar pelo nome!

Desperte-se para uma vida divinamente humana é o convite de Dave Gibbons nesta obra inspiradora que lança um novo olhar sobre o dia a dia

Imagine que estamos caminhando por uma rua arborizada de um bairro de classe média. Paramos para espiar pelas janelas das casas. Olhamos para dentro e o que vemos?

Na maioria dos lares, a cena é a mesma: a família reunida em torno de um televisor de tela plana, sem conversar, os olhos fixos no aparelho. Cada clã é embalado em uma letargia inconsciente.

Nós nos transformamos em uma sociedade que trata o tédio com remédios.

Estamos distraídos. Estamos adormecidos. Tédio causado pela previsibilidade da vida diária, falta de ânimo e perspectiva para o futuro, traumas causados pelas dores de variados matizes, baixa autoestima, falta de alegria e fé para continuar a caminhada.

Esses são alguns dos fardos enfrentados por uma multidão de pessoas que, em razão de vicissitudes diversas, se veem presas a problemas que aparentemente não têm solução.

Mas e se de repente, elas descobrissem que todas as características peculiares de suas vidas formam um conjunto de qualidades únicas e que podem ser o combustível para uma vida plena de significado e de serviço a Deus? 

Em XelotesDave Gibbons, coreano, mestre em Teologia pelo Seminário Teológico de Dallas, escritor, especialista em cultura e comunicador, descortina um mundo de possibilidades para todos aqueles que se rendem ao projeto do Criador e aceitam o desafio para uma vida divinamente humana.

Escrito com profundidade bíblica e regado com um toque de humor muito bem utilizado pelo autor, o livro é uma fonte de estímulo, motivação, conselho, refrigério e riso para todos que estão cansados da “normalidade” e de viverem de acordo com o status quo que massifica o ser humano e marginaliza aqueles que não se amoldam aos ditames do sistema. 

Vivemos em um mundo que se sente confortável com os estereótipos.

Organizamos as pessoas em caixas separadas de acordo com a etnia, a situação econômica, a aparência e o nível educacional. Aqueles que satisfazem nosso padrão de normalidade são aceitos. […]

Mas, se percebermos qualquer indicação de deformidade, de falta de capital, de má aparência ou de um passado questionável, nós os rotulamos como aberrações, inaptos e até mesmo alienados, diz Gibbons.

Para ele, a vida plena de graça é aquela que não se amolda ao “padrão deste mundo” e isto acontece pela “renovação da mente”. 

Num mundo que tende a negar a dor e a imprimir determinados padrões de sucesso, os Xelotes (neologismo criado a partir da palavra Zelote – pessoa apaixonada por uma ideia ou uma causa), são pessoas que abraçaram suas experiências e as levaram a Cristo, aquele que pode resgatar as áreas de fraqueza e torná-las em algo bonito.

A vida em abundância não é aquela que mascara os pontos de debilidade, mas sim aquela que experimenta o milagre transformador de Deus. 

Quais são suas noções sobre Deus, sobre você mesmo e sobre trabalho?

Como determina a palavra sucesso?

Como abraçar a dor e enxergar as experiências traumáticas a partir de uma nova perspectiva?

O que falar sobre obediência e sobre uma vida sensível à ação do Espírito Santo?

Esses são alguns dos muitos assuntos abordados ao longo dessa obra inspiradora que lança um olhar refrescante sobre o que é uma vida realmente abundante.

Deixe um comentário